segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

A DITADURA DA IGNORÂNCIA ORGULHOSA

                                                    

Caio Castro, que,  aliás nem conhecia, porque não assisto a novelas e nunca tinha ouvido sequer falar dessa pessoa, já que, sinceramente, vivo em um mundo muito particular,pra não dizer "em outro planeta", teria dado entrevista a Marília Gabriela dizendo não gostar de teatro nem de literatura. O fato provocou uma tremenda polêmica principalmente entre atores mais velhos e consagrados e amantes do teatro em geral. Fiquei com dó do coitado, pensando  que ele devia ter se poupado da vergonha, ficando calado, como observou Maitê Proença.

O  fato de existir atores atuais que não gostem de teatro nem de literatura não me espanta nem um pouco. O que me espanta é que eles se orgulhem disso, ou pelo menos não vejam a menor importância no fato, porque é óbvio que não veem já que têm a coragem de propalar aos 4 ventos como se fosse normal que um ator se dê  a esse tipo de indulgência, vamos dizer assim.

Foi espantosa a quantidade de pessoas que se deu ao trabalho de escrever opinando e chamando de “hipócritas” aos que criticaram a postura de Caio Castro. Se eu considero que é hipócrita, alguém que defenda a cultura, é porque não vejo sentido algum em que a cultura seja defendida, em primeiro lugar. A que ponto chegamos?

Que país é este, meu Deus????


Alguns, tão arrogantes e orgulhosos de sua própria ignorância, não parecem acreditar mesmo que outros apreciem o que dizem apreciar. Então , na cabeça dessas pessoas,  se eu gosto de literatura, só posso estar mentindo , uma vez que ler é um saco, na  opinião dessa galera.  E eles tiram todos por eles mesmos!   

Alto lá....tem gente que ainda gosta  de ler sim , ama teatro e  acredita que bons atores devem ter  formação  teatral,  literária etc. Que pecado há   em gente que ainda se importa com a cultura? Sim, porque alguns falaram como se fosse uma espécie de doença, da qual as pessoas precisam se curar, pra viver no mundinho dos Caios Castros, que para elas, é o único mundo que interessa,  o mundo dos “vencedores dignos da inveja” dos apreciadores da cultura. A argumentação dessas pessoas, é realmente um primor...

É uma inversão total das coisas... Há um tempo atrás  eu disse a um amigo que não estaria longe o tempo em que as pessoas que apreciam arte e cultura, teriam vergonha de falar sobre isso. Parece que esse dia está chegando!

Não tenho ilusões. E creio que vai ser daqui pra frente cada vez pior, cada vez mais e mais pessoas como Caio Castro, terão a cara de pau e espaço pra defender sua posição como se ela fosse muito natural e deveras legítima, e não algo que na verdade, é  vergonhoso e digno de  lástima. Até que virá  o tempo em que os que amam a cultura tenham que se esconder em catacumbas , pra poder viver com suas crenças, como os  primeiros cristãos perseguidos. Nesse apocalipse  futuresco,  o  carnaval  será comemorado em meio a um  espetaculoso  funk apoteótico  em volta  de uma fogueira imensa que  queimará  todos os teatros , as bibliotecas,os sebos velhos,  as livrarias.Com o povo todo aplaudindo feliz!

A idade média vai ser aqui mesmo!


E essa , nem me parece uma profecia tão surreal assim....

Um comentário:

  1. Acho difícil considerar como atores esses pivetes formados na Malhação...

    Aliás, da vergonha de ver a performance da maioria dos "atores" das novelas da globo hj em dia. Me lembro q antigamente pelo menos a atuação deles não era ruim, apesar das histórias ridículas...

    Novelas da Globo desceram ao mesmo nível de dramalhão e canastrice das novelas mexicanas...

    ResponderExcluir